ANALFABETISMO CIENTÍFICO

Einstein estava certo quando afirmava que toda a nossa ciência comparada com a realidade é primitiva e infantil. Até o momento desta publicação, nada mudou, pois nossos cientistas de plantão, com destaque para aqueles que laboram com as disciplinas da física (ciência da natureza) da política (ações humanas) e da religião (ética humana) continuam no mesmo estágio de infantilidade e primitivismo.

O analfabetismo científico se sustenta á partir do momento em que o cientista não interpreta a interação natural que existe entre o pensar (ciência) o agir (política) e o vivenciar (religiosidade).

Fatalmente temos que aceitar que nenhum ser humano é ateu, pois todo o ser humano é religioso por que assim é sua natureza humana e divina. Nenhum ser humano pratica religião, mas todo o ser humano pratica ações que sempre são éticas ou antiéticas. Das ações éticas emerge o encantamento, a espiritualidade, a religiosidade e a evolução — das ações antiéticas emerge as injustiças, o desencanto, a enfermidade e a estagnação.

Todos nós, em todos os momentos de nossa vida consciente podemos confirmar este fato, vivenciando-o subjetivamente.

 Os fatos demonstram com clareza solar que o analfabeto científico, embora tenha conquistado todas as graduações acadêmicas, é aquele que ainda não tem respostas cientificamente claras e convincentes para as perguntas universais mais elementares como, por exemplo:

De onde viemos? De que somos feitos? Qual nosso propósito? Para onde vamos?

Sem a resposta ás perguntas acima os cientistas não cumprem o dever de casa, qual seja, o dever de livrar a humanidade da ignorância em que se encontra imersa. Seria o mesmo que convocar um selvícola para consertar ou melhorar um eletrodoméstico, sendo que, ele não sabe do que é feito, para que serve e como funciona. Os docentes que foram doutrinados para acreditar no mito do modelo padrão do átomo divisível e no mito do antropomorfismo desempenham o papel do matemático que não conhece os números, seus conhecimentos são apenas periféricos e se situam há anos luz da verdade representada pela equação E=MC³C²C² (Energia [E] é igual a Matéria [M] multiplicada pela Constante geométrica ou dimencional [C³] multiplicado pela Constante magnética [C²] multiplicado pela Constante gravitacional [C²]).

Por imprudência, negligência ou imperícia os cientistas de plantão, de todas as disciplinas, não cumprem o dever de casa quando não priorizam as ações necessárias, com a eficácia suficiente, para promover a justiça social que garanta o direito natural básico de acesso á alimentação, moradia, educação e saúde para todos, não só para as castas privilegiadas.

Cumprir o dever de casa é priorizar ações e mobilizar recursos disponíveis, e eles existem em abundância, para evitar os problemas sociais básicos que mantém grande parte da humanidade em estado calamitoso de carência, pobreza e miséria, num planeta onde há possibilidade real de abundância para todos.

Para acabar com o analfabetismo científico o INSTITUTO DE PESQUISA DO “SER” elaborou o MAPA CONCEITUAL DA AUTOGÊNESE DO UNIVERSO para orientar as elites da ciência da política e da religião a cumprirem com o máximo de eficácia, o dever que lhe foi imposto por força do cargo remunerado que exercem, na hierarquia de cada instituição.

O mapa revela a grande lei do mundo através da dialética hegeliana e do ritmo ternário democritiano da tese, da antítese e da síntese. Com isso, temos toda a clareza do caminho que leva ao saber absoluto hegeliano que permite reescrever a ciência a política e a religião.

O mapa torna possível libertar a humanidade da ignorância em que se encontra imersa. Com isso, cumprir-se-á a exortação do nazareno “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” e será o fim do relativismo científico, o fim do obscurantismo científico, o fim do analfabetismo científico e a ciências estará inaugurada.

Valério Fornari – valeriofornari@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.