CONTABILIDADE QUÂNTICA

 

       O ano de 2013 foi dedicado aos contabilistas. Eles exercem a missão importantíssima e pouco lembrada de contabilizar e avaliar a situação econômica e financeira das pessoas físicas ou jurídicas. Normas contábeis clássicas, através de recursos técnicos próprios, demonstram a verdadeira situação econômico-financeira que pode ser; de equilíbrio, superavitária ou deficitária.

       Sabemos que os recursos contábeis não se esgotam na dinâmica restrita á demonstrações financeiras, eles vão muito além de um simples balanço contábil. O alcance dos recursos contábeis nem sempre foram bem compreendidos pela grande maioria das pessoas envolvidas.

 O Caduceu: Símbolo milenar da classe contábil é formado por duas asas, o elmo e o bastão entrelaçado com duas serpentes.

As ASAS: Simbolizam a diligência, a presteza, a solicitude, a dedicação e o cuidado no exercício da profissão.

O ELMO: Peça de armadura antiga que protegia a cabeça dos combatentes simboliza a proteção aos pensamentos baixos que leva a ações antiéticas ou desonestas.

O BASTÃO: Simboliza o poder de quem conhece a Ciência Contábil e tem por objeto zelar pela solidez das entidades patrimoniais.

As SERPENTES: Simbolizam a sabedoria, isto é, o quanto se deve aferir antes de agir para escolher o caminho ético e ao mesmo tempo mais vantajoso para o cliente.

       O bom senso me leva crer que a Contabilidade Clássica se complementa na Contabilidade Quântica, pois ela também identifica e contabiliza ações éticas que levam ao bem estar do corpo e da alma, isto é, traz a verdadeira felicidade.

       Sabemos que a natureza do homem é polivalente em suas ações, ele sempre manifesta, concomitantemente, atributos de caráter físico e também atributos de caráter metafísico, portanto devemos entender que a dualidade politômica (diz-se de uma classificação homógrafa em relação a mais de um atributo) natural deve ser avaliada sob a ótica da física quântica. Assim não podemos negar que todas as ações do homem obedecem a um plano de contas subjetivo e espiritual seja de caráter ético, seja de caráter antiético.

       As ações éticas que compõem o ATIVO produzem o encantamento, ou seja, o estado quântico religioso de evolução, enquanto as ações antiéticas que compõem o PASSIVO produzem o desencanto, ou seja, o estado quântico religioso de estagnação.

       Assim, em minha opinião, não há como negar que há uma interação inseparável entre a contabilidade mercantil e a contabilidade quântica. Ambas buscam o mesmo alvo — a ética humana — independente de nossa vontade, crença ou fé.

Pela passagem do 5º ano contábil, desejo a todos os colegas, meu sincero abraço.

Valério Fornari

CRC – RS – 14 888

valeriofornari@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s